Banquete Cigano: Terceira Parte do Capítulo.


Tinha cabelos compridos, lisos e castanhos. A pele era clara e os olhos eram verdes. Imediatamente, Julia e Klara ficaram boquiabertas ao vê-la.

“O que querem comer, meninas?” - refez a pergunta.

“Tomate.” - Klara respondeu.

“Tomate?”

“Sim, eu adoro tomate.”

“E você, minha querida, o que quer comer?” - o anjo perguntou para Julia.

“Tudo.” - a menina ruiva respondeu.

“Mas tudo é muito, não acha?”

“Sim, mas eu gosto de tudo.”

“Ótimo ouvir isso, vocês chegaram na hora certa!”

“Por que?” - Julia perguntou.

“Porque estamos preparando um banquete e vocês são nossas convidadas.” - ela respondeu. Depois, olhou para Milosh e perguntou educadamente. - “Não vai me apresentar?”

“Sim, elas são Julia e Klara, minhas novas amigas.” - disse, Milosh, indicando-as respectivamente. E revelou. - “Pedro as trouxeram até aqui.”

“Esse é o Pedro?” - ao perguntar para Milosh, ela olhou para o cão pastor.

“Não, o nome dele é Boris.” - Julia a corrigiu. - “Pedro é o nome do nosso muflão.” - apontou para o animal que pastava ao lado de uma das tendas.

“Vocês têm um muflão?”

“Sim.” - respondeu, Klara, dizendo. - “A gente achou ele perto da ponte.”

“Acharam ele?”

“Sim.” - confirmou, Julia. - “Foi ele que trouxe a gente até aqui.”

“Muito prazer, meninas, meu nome é Zita.” - ela, então, foi logo se apresentando. - “Sou a irmã de Milosh.”

No final da tarde daquele dia, os anjos do acampamento prepararam um banquete de boas vindas para as meninas, que, sentadas no chão diante de uma mesa farta, provaram a sopa fria de pepino e iogurte, conhecida como Tarator, e alguns pastéis Baklava, feitos com pasta de nozes trituradas e banhados no mel, além de dançarem e cantarem ao som de músicas folclóricas ciganas.

“Eu queria ficar aqui para sempre.” - desejou, Julia, enormemente alegre.

“Eu também.” - respondeu, Klara, com igual alegria, sentada do lado da amiga.

Antes do banquete acabar, já era tarde da noite. Julia e Klara bocejaram demoradamente, adormecendo ali mesmo, no chão. Nunca se viu tanta festa, alegria e confraternização caberem em tão pouco tempo e em tão pouco espaço.


CONTINUE ACOMPANHANDO A HISTÓRIA NAS PRÓXIMAS POSTAGENS.

Comentários

  1. Olá, Rob!
    História muito interessante e já quero ler os próximos capítulos, hein?
    Parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho.

Obrigado desde já!
Volte sempre!