POESIA: Quase Tudo! - Roberto Camilotti, blog de literatura

24 de abril de 2017

POESIA: Quase Tudo!

Quadrados de vermelho e branco

Mais do que fazer vontades se realizarem, o poderoso pode tudo.
Em tudo que pode.
Pode, é certo que pode.
Pode, mas não pode com todos e nem para sempre, por sorte.
Pode quase tudo, não pode mais do que pode a morte.

8 comentários:

  1. eu sempre que venho aqui saio encantada com tuas poesias. sempre faço minhas interpretações e depois penso que estou fantasiando rsrs a morte pode mais mesmo :P adorei a poesia!

    ResponderExcluir
  2. Caramba, imagine se ele pudesse tudo eternamente? Mas nem tudo que queremos podemos, por azar!
    (rs) gostei.
    Abraços,
    Uiara Melo.

    ResponderExcluir
  3. Caramba, imagine se ele pudesse tudo eternamente? Mas nem tudo que queremos podemos, por azar!
    (rs) gostei.
    Abraços,
    Uiara Melo.

    ResponderExcluir
  4. Sempre que entro no teu blog para ler seus textos eu fico maravilhado pela sua escrita. Esse texto ficou muito bom! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Daniel! Que bom que já ganhei mais um fã, hehe! Abraço.

      Excluir

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho, no entanto, não poderei respondê-las pela falta de tempo.

Quer conversar comigo?
Me procura nas minhas redes sociais.

Obrigado desde já!
Volte sempre!