A Última de Clarice.


Olá pessoal, neste post quero lhes indicar um vídeo interessantíssimo que, provavelmente, não seja nenhuma novidade para vocês.

Me refiro a uma rara entrevista de Clarice Lispector ao repórter Júlio Lerner, da TV Cultura. A entrevista foi concedida em 1977, ano da morte da icônica autora. Depois de gravada, Clarice pediu que a entrevista só fosse divulgada após sua morte. A entrevista foi ao ar dez meses depois de ter sido concedida. Clarice morreu, em dezembro daquele ano, em decorrência de um câncer de ovário, aos 57 anos.

Então, chega de blablablá... segue-se a última de Clarice!


Comentários

  1. Olá Roberto! Tudo bom contigo?
    Sempre bom ver e falar sobre essa autora que deixou obras incríveis, chego fico ficar emocionada , pois sou apaixonada por seus livros, uma das melhores autoras que já existiu.

    ResponderExcluir
  2. Me identifiquei com a Clarice na questão do sobrenome, todo mundo conta histórias da origem do nome, da família, e ela simplesmente foi honesta sem enrolação, não sabe muita coisa sobre, sou dessas haha
    Achei fantástico a justificativa dela em dizer que é amadora, que não é profissional, o fato dela ser amadora lhe da liberdade, não traz obrigações em produzir, e acredito que seja daí que tenha surgindo tanta qualidade,escrever com a alma, com vontade, e não para suprir mercado algum, válido para muitos escritores, escrevam com o coração no seu tempo. Bela entrevista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raíssa, esta entrevista de fato é demais. Concordo com tudo que disse.

      Excluir
  3. Oi Rob, tudo bem? Nossa, difícil não se emocionar com qualquer menção à Clarice, mesmo com a passagem do tempo sua presença é influência são marcantes, especialmente na literatura feminina. Triste pensar que tem gente que não acredita na literatura nacional... O bom é que alguém sempre nos surpreende com um textinho - nesse caso, vídeo - e nos faz sentir essa energia que emana apenas com a menção do nome de Clarice. Bjo e obrigada por isso!!!
    www.blogpapelpapel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Regiane, sou eu quem agradece. Clarice é mil vezes mil!

      Excluir
  4. Olá Roberto, tudo bem?
    Clarice é minha motivação para escrever, ainda não tinha visto essa entrevista.A mãe dela escrevia, poxa, pena que não publicou. Eu adoraria ler um poema dela. ;u; ''Caótica, intensa e inteiramente fora da realidade'' parece que ela descreveu não só a si mesma mas a mim também. Gostaria de poder ter tido a chance de conhecê-la. :c Morreu muito cedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Death, faço das tua palavras as minhas. Também adoraria conhecê-la. Pareceria um idiota perto dela, mas gostaria de conhecê-la, haha

      Excluir
  5. Olá! Nossa, que vídeo! Uma grande escritora, mas tinha uma humildade enorme! Seus versos são tão fortes, que nos tocam. Eu tinha um livro dela quando criança. era apaixonada por ele. Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Oi Rob! Ler Clarisse é minha meta para este ano, infelizmente não tive oportunidade de já ter realizado isso. Muito bacana a entrevista, adorei conferir, obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho.

Obrigado desde já!
Volte sempre!