POESIA: Cinema Mudo: Pequeno Tributo à Chaplin.


Preto e branco na tela.
Chaplin, o gênio do mundo!
Figura no tempo, uma América na tela.
Um gestual perfeito mesmo que mudo!

Vida exagerada, elegância contida!
Chaplin, ditador, operário, pedinte amoroso.
Atrizes e atores, alunos que o esperam.
E vão sucedendo cenas com o eterno professor!

Luz, câmera, ação:
Chaplin, sempre, o maior gênio do humor!

Fazendo de conta, retratos na tela.
Ao Garoto, um olhar generoso ao mundo!
Mazelas aos pobres e se conhecem os nobres.
Beijo a cores – suspiro às noites? - carinho profundo!

O galã e uma atriz que se beijam.
Cinema mudo com música se diz tudo!
A fluência, a imaginação sem limites.
Perseguido sem motivos pelos xerifes dos sem-assuntos!

Câmeras a postos,
rodam-se, as cenas!
Luzes no estúdio,
personagens veem à vida!
Elenco a postos,
o mestre que então chega!
Tempos em preto e branco,
honrado pequeno gigante da arte reflexiva!

Comentários

  1. Nossa seus poemas são ótimos, amei a referência ao Chaplin, e também a esse mundo dos artistas preto e branco, adoro os filmes dele, parabéns

    ResponderExcluir
  2. Chaplin era um gênio, adoro assisti-lo. Sua poesia resume exatamente o que ele representa e eu adorei cada palavra. Como você concluiu falando sobre reflexão, vamos refletir:
    "Pensamos demasiadamente e sentimos muito pouco. Necessitamos mais de humildade que de máquinas. Mais de bondade e ternura que de inteligência. Sem isso, a vida se tornará violenta e tudo se perderá."
    Charles Chaplin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com tudo que disse, Cíntia; bem-vinda e volte sempre!

      Excluir
  3. Amei sua poesia, lendo dá para se imaginar assistindo a um dos filmes do cinema mudo, todo em preto e branco. Muito legal mesmo.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Rob, tudo bem?
    Olha, devo admitir que não conheço muito o trabalho do Chaplin e tal, mas como todas as suas poesias, essa ficou ótima.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Esther, fico feliz que tenha gostado.

      Excluir

Postar um comentário

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho.

Obrigado desde já!
Volte sempre!