POESIA: Forçosamente. - Roberto Camilotti, blog de literatura

4 de maio de 2017

POESIA: Forçosamente.

poesia mostrando força

Foi forçosamente, então foi!
Na força do que se foi é que as coisas começaram a mudar.

Foi forçosamente, é certo que foi!
Com destemor, a vida, o agora, parou por um instante, mas recomeçou a viver e não parou mais.

Forçosamente, foi o amor!
Morreu o que era velho!
Foi prometido, mas cheio de motivo e de razão de acontecer!





Um comentário:

  1. Quente frio. gostei da antítese empregada, costumo usar bastante nos meus textos, gosto do confronto de palavras opostas.

    ResponderExcluir

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho, no entanto, não poderei respondê-las pela falta de tempo.

Quer conversar comigo?
Me procura nas minhas redes sociais.

Obrigado desde já!
Volte sempre!