POESIA: Imposição do Eu. - Roberto Camilotti, blog de literatura

9 de maio de 2017

POESIA: Imposição do Eu.

poesia sobre a individualidade, poesias impositivas

Na minha vida mando eu!
E nunca me desespero.
Na minha vida mando eu!
Mando sempre que quero.

Como eu quero.
Quando eu quero.
Se eu quero.
Ou então não quero!

4 comentários:

  1. O nome disso é egocentrismo! Há que se avaliar as relações... Mas é um poema que faz jus a um personagem egocentrista... Muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Oscar. Seja que nome, uma imposição. Como o título da poesia já diz aliás.

      Excluir
  2. Bem a minha cara haha.
    Minha vida,minhas regras,minhas escolha.
    O destino quem escolhe sou eu.
    Adorei!!

    ResponderExcluir

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho, no entanto, não poderei respondê-las pela falta de tempo.

Quer conversar comigo?
Me procura nas minhas redes sociais.

Obrigado desde já!
Volte sempre!