POESIA: Pontas Soltas.


Amarrado no que importa!
Amor intenso. Amor verdadeiro.

Amarrado em destinos errados.
A própria vida como veleiro!

Amarrado e o cenho fechado.
Respeite seu tempo, seus medos!

Amarrado, livre no espaço.
Liberdade, um delicado advento!

Comentários

  1. Adoro as suas poesias! Você escreve muito bem e tem potencial.
    Continue.
    Beijos e boa sorte!
    www.brincandodeolivia.com

    ResponderExcluir
  2. Que linda sua poesia, adorei!
    Parabéns! Você tem muito talento!
    Beijos

    https://aventureirasliterarias.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Amei essa poesia em particular. Acho muito legal a maneira como você se utiliza das palavras.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. sou eu fã, já sabe não é mesmo?
    Adoro ler suas poesias. Você arrasa. Já pensou em publicar um livro de poesias?
    Essa eu senti uma simplicidade verdadeira e íntima. Tão pessoal pra qualquer um que ler.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho.

Obrigado desde já!
Volte sempre!